segunda-feira, 19 de março de 2012

Cristianismo fantasmagórico

É possível perceber que o evangelicalismo brasileiro, muitas vezes, não consegue relacionar o ensino das Escrituras com a realidade. Muitos se preocupam apenas com questões ditas “espirituais” e esquecem que o evangelho é integral e abarca todas as áreas da vida. O resultado deste tipo de visão de mundo é uma igreja apática, que tem pouca ou quase nenhuma relevância para a sociedade. O cristianismo deve ser algo concreto e visível e não “fantasmagórico”. Creio que as igrejas históricas não estão isentas deste problema, como mostram os resultados de uma pesquisa feita em uma IPB com uma amostra de 95 pessoas escolhidas aleatoriamente. Segue o resultado de algumas questões da pesquisa:


1) A missão principal do cristão é salvar almas.
Concorda 64,21% Discorda 33,68% Não respondeu 2,11%


2) A alma é mais importante do que o corpo. 
Concorda 83,16% Discorda 16,86%



3) Quanto mais sairmos do mundo para nos reunirmos na igreja, melhor é.
Concorda 61,05% Discorda 34,74% Não respondeu 4,21%


4) O artista evangélico deve usar a sua arte em primeiro lugar para evangelizar as pessoas.
Concorda 74,74% Discorda 21,05% Não respondeu 4,21%


Por meio destas respostas, podemos perceber que há uma tendência em dicotomizar a vida entre dois pólos, quais sejam, as "coisas espirituais" e as "coisas materiais", bem a estilo do motivo base natureza/graça. Acredito que esta tendência exista também na maioria das igrejas evangélicas brasileiras, inclusive as ditas reformadas. Entretanto, é apenas uma suposição que precisa ser avaliada mais afundo.
Contudo, nem era preciso aplicar esta pesquisa para percebermos essa realidade, já que a paralisia da igreja brasileira e mundial mostra-se evidente. Por isso, creio ser necessária uma missão interna, que mostre a igreja brasileira que a missão da fé cristã é manifestar a glória de Deus em todos os aspectos da realidade. 
Em II Timóteo 3. 16-17, diz que “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.”(grifos nossos). Ou seja, as igrejas locais devem buscar um desenvolvimento integral do cristão. O ensino da igreja local deve visar não somente os ministérios eclesiásticos, mas também preparar o cristão para TODA boa obra, seja na igreja, seja no mundo. E os pastores e mestres serão cobrados por Deus pelo ensino correto das Escrituras.


Por Leonardo M. Verona

2 comentários:

  1. Acho que o próprio questionário da pesquisa, deixando as perguntas com respostas fechadas, é dicotômico. Não permite cinzas... Eu não creio que a principal missão da igreja seja ganhar almas. Nem creio que um cristão tenha esse poder, que está só com Deus o Espírito. Mas também não digo que missões e evangelismo são coisas secundárias na igreja... A terceira questão usada como exemplo tem muitos desdobramentos e muitas deliberações poderiam ser feitas, por exemplo. Creio que a forma do questionário ou deveria ter questões abertas ou semi-abertas. Do modo como foi realizado, creio que os resultados são questionáveis porque a interpretação adequada é impossível.

    ResponderExcluir
  2. Com certeza Daniel, não estou aqui fazendo uma tese!!! Só utilizei a pesquisa como ilustração, não para ser base de toda a argumentação. Nesta mesma pesquisa coloquei questões abertas, que mostram a mesma tendência (posso fazer uma reflexão futura com as respostas). Como afirmei no texto, a pesquisa não era necessária, pois já existem vários autores que tratam deste assunto e também a visível paralisia da igreja nos mostra isso. Quanta a sua objeção em tornar missões e evangelismo como algo secundário, em momento nenhum sugeri isto no texto! Apenas afirmei que muitos possuem uma cosmovisão equivocada no que tange a espiritualidade e a verdadeira compreensão da missão da fé cristã.
    Perceba que no texto usei a expressão "missão da fé cristã" e não "missão da igreja". Pois creio que a missão da igreja local é o evangelismo, o culto público e o ensino da Palavra. Entretando, a missão da igreja como corpo de Cristo é muito mais ampla, envolvendo todos os aspectos da realidade, quais sejam, política, economia, artes, ação social e etc. O que a igreja local deve fazer é preparar os seus membro para atuarem conforme as suas vocações, seja no mundo, seja na igreja.

    ResponderExcluir