domingo, 25 de março de 2012

Liberdade Religiosa e Estado Laico.

Palestra ministrada por André Storck, membro do Grupo de Estudos, na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), pela ocasião da 3ª Semana do Cristianismo, organizada pela Aliança Bíblica Universitária, que é um movimento estudantil confessional.



2 comentários:

  1. Pequena opinião pessoal,
    Eu não me importo que as pessoas tenham religião, só não quero que empurrem a religião por guela
    abaixo e que falem que a religião é montada em cima de mentira. Mais ou menos que acontece no "Admirável mundo novo".

    Eu gosto de algumas igrejas e acho algumas bonitas. Agora que quem deu dinheiro é muito idiota, ou se é.

    Também sou contra feriado relioso(normalmente a morte de algum suposto santo)
    ou invés deveria comemorar o aniversário de Newton, Graham Bell, Einstein, Shigeru Miyamoto(criador do Mário) entre outros.

    Usar a biblia para tomar decisão... Iria sair muita merda.

    ResponderExcluir
  2. recsa2004,

    Eu não me importo com as pessoas que não têm religião, só não quero que empurrem o ateísmo/agnosticismo por guela abaixo.

    O Estado laico garante a participação de todos no espaço público e respeita a história e herança cultural do país.

    Os feriados são exemplo disso, mas voce tem a liberdade (exatamente por estar em um Estado laico) de lutar contra feriados religiosos. Se um dia o consenso político entender que não deve haver feriados religiosos, ok. Mas enquanto isso o Estado respeita a tradição e história da nação.

    O importante é frisar que no Estado laico, tanto ateus quanto religiosos podem expressar o que pensam e tentar influenciar os demais. O consenso político irá criar normas, que não podem ferir os direitos fundamentais dos cidadãos.

    Não podemos ter preconceitos, creio que o uso correto da Bíblia para embasar decisões extremamente benéficas, haja vista a Declaração Universal dos Direitos Humanos, com bases explicitamente cristãs e até mesmo a liberdade de expressão defendida pelos reformadores com base no que ensinam a Bíblia.

    ResponderExcluir