sábado, 1 de setembro de 2012

PAREM ESSES EVANGÉLICOS!


Por Leonardo Verona

Nessa semana, surgiu uma polêmica sobre um suposto filme onde o humorista Renato Aragão seria o segundo filho de Deus que realizaria a missão que Jesus não cumpriu. Essa “notícia” bombou nas redes sociais, principalmente com evangélicos fazendo campanhas contra o filme e o Renato dizendo coisas como “parem este homem”, “chega de desrespeito aos cristãos”, como podemos ver na figura ao lado.


“Na boa”, como é hilário (tem que rir pra não chorar) ver essas coisas chocarem os crentes! Aliás, na minha visão, não temos nem o direito de ficarmos chocados com isso! Afinal de contas, meus caros, somos uma igreja omissa, que não diz nada acerca da corrupção que assola nosso país, da má qualidade da educação (fora a educação totalmente secularista que temos hoje), que não estende a mão para o necessitado e para várias outras mazelas da nossa sociedade. Isso, para não dizer a omissão no que minimamente a igreja deveria fazer e não faz, como evangelizar (só em show gospel), levar a mensagem de esperança para os excluídos da sociedade (que isso irmão, eu sou santo e não me misturo com pecadores), pregar a Palavra (só mensagens de auto ajuda), zelar pela sã doutrina (doutrina? O que é isso?), etc.
Os evangélicos, em sua grande maioria, não causam impacto transformador algum na sociedade, e depois surpreendem-se quando o Didi Mocó Colesterol resolve fazer um filme herege, sendo que não estamos nem aí para as mais absurdas heresias e bizarrices que estão no nosso meio! Que ironia não? Se não iluminamos e nem salgamos o mundo com o Reino de Deus, o ato de uma pessoa, que está cega para a realidade divina, não deveria em nada nos surpreender. O que me deixa chocado é que no meio dos crentes, que se acham o suprassumo da santidade, tenham tantas heresias e blasfêmias! Parem com esses evangélicos!
Paulo disse aos Coríntios (a igreja de Corinto lembra muito a de hoje): “Pois com que direito haveria eu de julgar os de fora? Não julgais vós os de dentro? Os de fora, porém, Deus os julgará. Expulsai, pois, de entre vós o malfeitor. (1 Co 12 e 13). Ao tratar da disciplina na igreja, Paulo não nos adverte a nos afastarmos e julgarmos os de fora, mas sim os “malfeitores” de dentro! Com esses nem comais!
Então, caros amigos, ao invés de ficarmos o tempo todo apontando e execrando os erros dos ímpios (que são óbvios), devemos olhar para nós mesmos e cumprirmos com a nossa missão, que é levar o Reino de Deus com fidelidade para todas as áreas da vida.

Ps.: Para aqueles que possam a vir me chamar de generalista, é óbvio que existem crentes sérios e igrejas sérias, que trabalham duro para levar o Reino de Deus ao mundo perdido.

5 comentários:

  1. Falou besteira o tempo todo esta faltando em vc mais conhecimento antes de postar algo.

    ResponderExcluir
  2. Cara Rosinea, antes de criticar apresente seus argumentos.

    ResponderExcluir
  3. Com essa velocidade, nestes dias ninguém vai precisar mas se converter!
    Não é mas a igreja no mundo, mas o mundo na igreja.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo texto. É uma pena que as suas palavras não cabem no contexto "evangeliquês" hodierno. Precisamos voltar ao evangelho urgentemente. Que Deus continue levantando pessoas com essa capacidade, e que o Evangelho não seja moeda de troca, como muito se ver hoje em dia nesses tão propalados shows gospel.

    ResponderExcluir
  5. Muito obrigado! Angelo, você foi no ponto em seu comentário! Realmente, uma volta ao Evangelho, não é nada palatável ao evangelicalismo hodierno.

    ResponderExcluir