terça-feira, 4 de setembro de 2012

TESTE: COMO SABER SE MINHA IGREJA ESTÁ CHEIA DO ESPÍRITO SANTO?

Por André Stock
Bom dia queridos leitores a resposta do teste está na Bíblia, em Atos 2:42-47, mas eu vou esquematizá-la pra facilitar:
1º - Perseveravam na doutrina dos apóstolos.
Esse é o primeiro sinal listado pela Bíblia. Uma igreja cheia do Espírito Santo não pode desconhecer os ensinos do Senhor. O estudo da doutrina, apesar de ser rejeitado por muitos é de suma importância, pois é impossível por na prática o que não se sabe na teoria. Daí o papel importantíssimo da Escola Bíblica. Ainda hoje há resistência e pouco investimento no estudo em geral dentro das igrejas, enquanto no mundo os nossos filhos têm que estudar para ser alguma coisa, nas igrejas alguns dizem que se o crente estudar vai ficar frio. Parece brincadeira, mas foi nessa lógica débil que muitos foram educados e a igreja que não estudou tornou-se hoje um quase “zé ninguém” na nossa sociedade, posição justa para o seu nível de escolaridade. A igreja cheia do Espírito é a que estuda e conhece a sã doutrina e, assim, persevera nela.

2º - Perseveravam na comunhão
Embora alguns pensem que comunhão é sorrir para os irmãos, distribuir abraços, ir às festas de aniversários do irmãos e tomar um café na casa do pastor, a palavra comunhão no original bíblico deriva de uma palavra grega (koinonia) que quer dizer comum ou comunidade. Desse modo, os crentes da igreja primitiva vendiam os seus bens para ajudar o próximo. Comunhão de verdade é se solidarizar com a situação dos irmãos mais necessitados, não apenas dando uma cesta básica que acaba no final do mês, mas dividindo os seus bens e promovendo uma maior igualdade. A ideia de comunhão de Atos é tão forte que hoje chega a chocar a nós crentes imersos numa cosmovisão capitalista e individualista. Depois leia Atos 2:44-45.

3º - Perseveravam no partir do pão
O terceiro sinal é “o partir do pão”. A Bíblia usa a expressão "partir do pão" tanto para se referir à Ceia, quanto à atitude de dar alimento ao próximo. Como a comunhão já inclui a ajuda ao necessitado, entendemos que uma igreja cheia do Espírito Santo é aquela que obedece aos comandos do Senhor e não ignora os sacramentos, preservando a sua ministração. 

4º - Perseveravam nas orações
A oração não é uma opção, mas um mandamento para o cristão. A igreja cheia do Espírito é a igreja que ora.
Acabou a lista. Esses são os quatro sinais da igreja após o pentecoste descrito em Atos. Talvez alguns estejam se perguntando onde está o falar em línguas estranhas e o crescimento exponencial.
Quanto ao falar em línguas este sinal não foi relacionado com a igreja cheia do Espírito aqui em Atos. Embora seja um dom do Espírito e que Paulo tenha nos recomendado que não devemos impedi-lo, caso o leitor queira ver algo sobre línguas estranhas deve olhar para a igreja em Corinto. Paulo no livro de I Coríntios nos diz como esse tipo de manifestação era muito comum naquela igreja desunida (I Cor. 1:10) e imatura (I Cor. 3:1-3).
Quanto ao crescimento numérico Atos 2:47 nos traz uma luz: "ENQUANTO ISSO, acrescentava-lhes O SENHOR, dia a dia, os que iam sendo salvos.” Percebam que o crescimento numérico é consequência das características anteriores e que não depende de nós, é Deus quem vai acrescer.
Oremos para que Deus possa encher a Igreja com seu Santo Espírito e que tais características possam estar cada dia mais presentes em nosso meio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário